New York a cidade mais populosa do EUA é reconhecida internacionalmente por exercer forte impacto sobre o comércio, finanças, mídia, arte, moda, pesquisa, tecnologia, educação e entretenimento no mundo.
Big Apple é um dos apelidos mais conhecidos da cidade. Vocês sabem como surgiu? Vamos contar aqui pra vocês.

Nos anos 20, o escritor do New York Morning Telegraph, John Fitzgerald, se referiu às corridas de Nova York como Around the Big Apple. Acredita-se que Fitzgerald tenha ouvido essa expressão de jockeys e treinadores de New Orleans que aspiravam participar das corridas de Nova York, referindo-se à mesma como “Big Apple“.

No final dos anos 20 e início dos anos 30, os músicos de jazz começaram a se referir a Nova York como The Big Apple. Um ditado antigo do show business dizia “There are many apples on the tree, but only one Big Apple” Há muitas maçãs na árvore, mas somente uma grande maçã”. Como New York era o lugar preferido para se apresentarem, era chamada The Big Apple.

Em 1971 uma campanha para aumentar o turismo em New York adotou The Big Apple como uma expressão oficial para a cidade. A intenção era atrair visitantes para lá, utilizando as maçãs vermelhas como símbolo de algo brilhante e saudável, em contraste com a crença comum de que a cidade era escura e perigosa.

Desde então, New York tem sido oficialmente The Big Apple.

Em reconhecimento a Fitzgerald, a esquina da 54th & Broadway, onde ele viveu por 30 anos, foi renomeada como Big Apple Corner em 1997.

fonte: Wikipedia e About travel.
imagem: Pinterest